Relógio parado marca provável hora

Familiares de Campos haviam dito que gostariam de recuperar o relógio que ele usava

iG Minas Gerais |

Frieza. Marina e Michel Temer ficaram bem próximos, mas não se cumprimentaram na celebração
Marcello Casal Jr / Agencia Bras
Frieza. Marina e Michel Temer ficaram bem próximos, mas não se cumprimentaram na celebração

Brasília. Um homem contratado para reformar uma casa atingida pelo avião que levava o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB) encontrou um relógio com os ponteiros parados na hora provável do acidente: 9h50. A primeira chamada ao Samu de Santos foi registrada pouco depois, às 10h04.  

O objeto estava próximo ao pátio onde caiu o avião no dia 13 de agosto, em um bambuzal, segundo o coordenador da Defesa Civil de Santos, Daniel Onias. “É parte de um relógio, está sem a pulseira, todo amassado”, descreveu.

Familiares de Campos haviam dito que gostariam de recuperar o relógio que ele usava.

Homenagem. A missa de sétimo dia da morte do presidenciável Eduardo Campos e dos outros seis passageiros, realizada ontem na Catedral Metropolitana de Brasília, estava lotada. A cerimônia foi fria, sem políticos se emocionando ou chorando.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave