PEN trava registro de candidato tucano

Por conta de um pedido de impugnação à convenção do PEN, Aécio é o único dos 11 candidatos que disputam a Presidência que ainda não teve o registro deferido

iG Minas Gerais |

Brasília. O PEN, um dos nove partidos que formam a coligação encabeçada pelo PSDB ao Planalto, atrasa o candidato tucano Aécio Neves. Os dois segundos de propaganda eleitoral que o partido cedeu à coligação Muda Brasil custam ao mineiro mais de 20 dias de espera pelo deferimento do registro de candidatura no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).  

Por conta de um pedido de impugnação à convenção do PEN, Aécio é o único dos 11 candidatos que disputam a Presidência que ainda não teve o registro deferido. Mesmo sem o registro, Aécio tem tocado a campanha normalmente.

Petista. No primeiro evento de campanha após a reviravolta que colocou a ex-ministra Marina Silva (PSB) na disputa pelo Planalto, a presidente Dilma Rousseff (PT) fez ontem uma agenda eleitoral para defender obras de infraestrutura e rebater críticas sobres seus impactos ambientais.

A petista visitou obras das usinas hidrelétricas de Jirau e de Santo Antônio, em Rondônia, e lembrou a batalha do governo do ex-presidente Lula para conseguir as licenças ambientais para as obras. “Pra mim, é uma das grandes obras entre o governo Lula e o meu”, disse Dilma.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave