Campos iria gravar para Delgado

Com o trágico acidente, o planejamento inicial precisou ser refeito

iG Minas Gerais | Isabella Lacerda e Larissa Arantes |

A morte do presidenciável Eduardo Campos (PSB) interferiu não apenas na propaganda eleitoral de TV da campanha nacional do PSB, mas também influenciou as inserções em Minas. Segundo o candidato socialista ao governo do Estado, Tarcísio Delgado, a previsão era que Campos gravasse, no último fim de semana, depoimentos para serem apresentados no programa estadual da legenda.  

Com o trágico acidente, o planejamento inicial precisou ser refeito. “Nós já estamos gravando os programas. Tínhamos depoimentos de Eduardo falando de mim e nosso falando dele. Mas agora precisamos esperar o partido definir Marina como substituta. Quando ela for candidata de direito, a agenda de campanha também será definida. O que sabemos é que ela virá a Minas muitas vezes”, destacou o socialista.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave