Série de reportagens de O TEMPO vence prêmio interamericano

“Transposição do Descaso” retratou a indiferença do governo federal com as obras de transposição do rio São Francisco

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O TEMPO  venceu, pela segunda vez, o prêmio de jornalismo em profundidade da Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP). A série “Transposição do Descaso”, veiculada entre 6 e 12 de outubro do ano passado, foi anunciada nesta terça-feira (19) como vencedora da premiação.

Escrito pelo repórter especial Rodrigo Freitas e com fotografias de Douglas Magno, o trabalho mostrou o descaso do governo federal com as obras de transposição do rio São Francisco. Ao longo de 18 dias, a dupla percorreu mais de 5.000 km pelo sertão nordestino, passando por cidades dos Estados da Bahia, Pernambuco, Paraíba e Ceará. Além de mostrar o atraso e a paralisação nos trabalhos, a equipe de reportagem ainda evidenciou o sofrimento de moradores das proximidades do canal com a seca prolongada e a falta de perspectiva de uma vida mais digna.

“É uma realização muito grande conseguir esse prêmio, que é um dos mais importantes das Américas. Isso reforça em nós o sentimento de que o jornalismo pode ser um instrumento de transformação social”, afirma Freitas. “Foi um trabalho duro, árduo, mas que valeu a pena dia após dia. Mais do que isso, foi uma lição de vida”, explica Magno. A premiação da SIP será feita em outubro, em Santiago, no Chile.

HISTÓRICO

É a segunda vez que O TEMPO conquista o prêmio da SIP. No ano passado, o repórter Joelmir Tavares e o fotógrafo Cristiano Trad foram premiados pela série que elaboraram em 2012 sobre os trabalhos de construção da Usina de Belo Monte, no Pará.

A série “O Lado Sujo do PAC” mostrou problemas a que trabalhadores são submetidos em obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), como violações da legislação trabalhista, represálias e perseguição a grevistas, condições de vida precárias e escravidão. 

Para ver a série, clique aqui.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave