Rússia resiste a reduzir o número de estádios da Copa

Ministro russo disse que a decisão final será tomada em uma reunião do Comitê Executivo da Fifa em outubro

iG Minas Gerais |

A Rússia está resistindo às exigências da Fifa para reduzir o número de estádios para a Copa do Mundo de 2018 de 12 para dez. O presidente da Fifa, Joseph Blatter, que disse no mês passado que dois dos 12 estádios planejados poderiam ser cortados, esteve em Sochi no fim de semana para discutir o assunto com o ministro dos Esportes russo, Vitaly Mutko.

"A concepção, segundo a qual 12 estádios em 11 cidades vão sediar os jogos da Copa do Mundo, não está sendo alterada", disse Mutko. "A Fifa recomenda dez estádios em nove cidades, incluindo duas arenas em Moscou".

Mutko disse que a decisão final será tomada em uma reunião do Comitê Executivo da Fifa em outubro. O ministro, que é membro do comitê executivo, alertou que qualquer decisão mais tardia viria a causar problemas, porque as obras de diversas arenas estão previstas para começar em breve.

Uma delegação da Fifa vai começar a inspecionar os estádios da Copa do Mundo de 2018 na quarta-feira, começando com o planejado estádio de 45 mil lugares na cidade de Saransk, afirmou Mutko.

A Copa do Mundo deste ano no Brasil utilizou 12 estádios em 12 cidades, e há especulações de que uma possível diminuição das sedes na Rússia tem como motivação evitar os atrasos nas obras que marcaram a preparação brasileira.

A Fifa e a Rússia não disseram quais estádios poderiam ser cortados, embora Mutko tenha declarado anteriormente que as arenas nas cidades de Kaliningrado e Volgogrado são as mais difíceis de serem construídas.

No domingo, a nova Arena Kazan se tornou o primeiro estádio concluído para a Copa de 2018 a receber um jogo, o empate do Rubin Kazan por 1 a 1 com o Lokomotiv Moscou. A Otkrytie Arena, o novo estádio do Spartak Moscou, também uma das sedes da Copa, vai receber seu primeiro jogo no próximo mês.

O Estádio Olímpico de Fisht, em Sochi, sediou as cerimônia de abertura e encerramento da Olimpíada de Inverno de 2014, mas precisa ser remodelado antes de receber partidas de futebol. Os trabalhos de modernização do Estádio Luzhniki, em Moscou, programado para ser o palco da final, já começaram.

A proposta inicial da candidatura da Rússia previa a disputa da Copa de 2018 em 16 estádios de 13 cidades. Depois, essa relação foi reduzida para 12 estádios. E a lista ainda pode sofrer novas mudanças.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave