Confronto direto no alto da tabela

Partida contra o time mato-grossense será oportunidade para o atacante Obina voltar a fazer gol

iG Minas Gerais | Antônio Anderson |

Obina não balança as redes adversárias desde o dia 18 de julho
AFC / Carlos Cruz
Obina não balança as redes adversárias desde o dia 18 de julho

Em um confronto direto pelo G-4 da Série B do Campeonato Brasileiro, o América enfrenta o Luverdense nesta terça, às 21h50, na Arena Independência, em jogo válido pela 17ª rodada da competição. No quinto lugar na tabela de classificação, com 26 pontos, um a menos do que o clube mato-grossense, que está em terceiro, o Coelho entra em campo com a obrigação de vencer a partida para se reabilitar da derrota para o Avaí e, assim, voltar ao grupo dos quatro primeiros colocados.

“Vamos tentar fazer com o Luverdense o que o Avaí fez com a gente na rodada passada. Trata-se de um confronto direto, e pretendemos vencer a partida para tirar o adversário do G-4 e entrar novamente no grupo”, afirmou o técnico Moacir Júnior, que pregou respeito ao adversário para que o Coelho possa conseguir a vitória.

“O Luverdense tem um dos melhores aproveitamentos como visitante na Série B e é um time muito perigoso jogando fora de casa. Mas vamos atuar no Independência, onde vencemos todos os nossos jogos e ainda não sofremos gol, e temos de fazer valer o mando de campo para conseguir mais esses três pontos”, declarou Moacir Júnior, que na partida desta noite não vai poder contar com os volantes Andrei, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, e Magrão, em tratamento de uma lesão no músculo adutor da coxa esquerda.

O treinador americano só vai confirmar a equipe titular momentos antes do início da partida, mas ele já adiantou a entrada de Elsinho na lateral direita e a volta de Pablo ao meio-campo. A principal dúvida estaria entre o volante Thiago Santos e o atacante Ricardinho. Se Thiago Santos for titular, o alviverde poderá atuar com três volantes e apenas Mancini de armador.

Se optar pela entrada de Ricardinho, Moacir pode voltar com Willians ao meio-campo, ao lado de Mancini, com Ricardinho e Obina no ataque. “Temos de fazer a nossa lição de casa e vencer o Luverdense. Com esse resultado, tenho certeza de que voltaremos ao G-4”, afirmou o atacante Obina, que, contra os mato-grossenses, vai tentar acabar com um incômodo jejum de quatro rodadas sem balançar as redes adversárias. O último gol do atacante foi marcado na vitória por 3 a 0 sobre o Oeste, no dia 18 de julho, em partida da 12ª rodada.

“É claro que me sinto incomodado pelo jejum de gols, mas não me desespero. Estou tentando fazer o meu trabalho da melhor forma possível e espero estar bem concentrado contra o Luverdense para voltar a marcar”, disse Obina.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave