Sindibel se reúne com assistentes sociais da reintegração

Cerca de 120 assistentes sociais foram convocados para auxiliar na desocupação da Granja Werneck, mas PBH não deu qualquer orientação sobre o papel que eles irão desempenhar

iG Minas Gerais | Bernardo Almeida |

Reunião foi na noite desta segunda (19), na sede do Sindibel, em BH
Divulgação/Sindibel
Reunião foi na noite desta segunda (19), na sede do Sindibel, em BH

Assistentes sociais destacados para trabalhar na reintegração de posse se reuniram nesta segunda-feira (18), à noite, com o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Belo Horizonte (Sindibel), na sede do sindicato.

De acordo com Israel Arimar, presidente do Sindibel, cerca de 120 assistentes sociais foram convocados para auxiliar na desocupação da Granja Werneck, mas a prefeitura de Belo Horizonte não deu qualquer orientação sobre o papel que eles irão desempenhar.

Entre as dúvidas, os assistentes dizem que não há locais adequados para onde as famílias possam ser remanejadas e que não foi estabelecida uma política de redução de danos para as crianças, por parte do poder público.

O Sindibel encaminhará, ainda nesta terça-feira (19), um documento com esses questionamentos para a prefeitura e solicitará uma reunião com a secretaria municipal de Políticas Sociais.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave