Perto de prazo final, 30,9 mil se inscreveram para votar em trânsito

O prazo para a solicitação será encerrado na quinta-feira (21), e os que optarem pela modalidade poderão votar apenas para presidente da República

iG Minas Gerais | Da Redação |

Balanço parcial do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) mostra que 30.991 se inscreveram até esta segunda-feira (18) para o chamado voto em trânsito, quando o eleitor pede autorização da Justiça para votar fora de seu domicílio eleitoral. O prazo para a solicitação será encerrado na quinta-feira (21).

Quem optar pelo voto em trânsito poderá votar unicamente para presidente da República. Além disso, após a realização do cadastro, o eleitor terá que votar no novo local escolhido, uma vez que ele fica temporariamente inabilitado em seu domicílio eleitoral. Nas eleições de 2010 o número total de eleitores que se habilitou para o voto em trânsito foi de 80,4 mil. Na última eleição presidencial só podia votar em trânsito quem, no dia do pleito, estivesse numa das capitais do país.

Em 2014, além das capitais, também poderá pedir para votar fora de seu domicílio eleitoral quem, na data do pleito, estiver em algum município com mais de 200 mil eleitores, o que totaliza 92 cidades brasileiras. Até agora o Estado que mais fez requisições para o voto em trânsito foi São Paulo, com 6,9 mil pedidos. Em segundo lugar está Minas Gerais, com 4,2 mil.

O balanço do TSE ainda traz dados relativos ao voto em trânsito para o segundo turno. Até agora, 29 mil eleitores se habilitaram para votar longe de casa numa eventual segunda etapa do pleito. Em 2010 esse número fechou em 76,5 mil.

Eleitores que pretendem votar fora de seu domicílio eleitoral devem estar com seu cadastro regular perante a Justiça Eleitoral e terão de se habilitar até o dia 21 em qualquer cartório eleitoral do país.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave