Chelsea leva susto, mas vira sobre Burnley na estreia

Blues mostraram força do novo elenco e emplacaram a vitória com gols de Diego Costa, Schürrle e Ivanovic

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Diego Costa marcou um dos gols da vitória dos Blues sobre o Burnley
CHELSEA/DIVULGAÇÃO
Diego Costa marcou um dos gols da vitória dos Blues sobre o Burnley

O novo Chelsea de José Mourinho tomou um susto no início, mas mostrou toda sua qualidade com as novas peças e estreou bem na temporada 2014/2015 do Campeonato Inglês, nesta segunda-feira. A equipe até saiu atrás, mas venceu o Burnley de virada, por 3 a 1 e conquistou seus três primeiros pontos na competição mesmo atuando fora de casa. Diego Costa deixou sua marca.

Por conta do saldo de gols, o Chelsea assumiu a ponta da tabela, mas outra seis equipes também têm seis pontos. No próximo sábado a equipe enfrentará o Leicester City, em Stamford Bridge, pela segunda rodada. Já o Burnley tentará sua primeira vitória nesta volta à primeira divisão contra o Swansea, também no sábado, mas fora de casa.

Depois de alguns bons jogos na pré-temporada, Mourinho entrou em campo nesta segunda com Courtois no lugar de Petr Cech, dando indícios de que o belga largou na frente na briga pela titularidade do gol do Chelsea. Mas a equipe não começou bem e saiu perdendo logo aos 13 minutos. Após cruzamento da esquerda, Arfield dominou no peito e bateu forte, cruzado, sem chance para o goleiro.

O gol pareceu ter causado efeito positivo no Chelsea, porque a equipe acordou a partir daí. E o empate saiu rápido, apenas três minutos depois. Fàbregas recebeu na entrada da área e bateu cruzado. A bola tocou na trave e voltou nos pés de Diego Costa, que só teve o trabalho de tocar para o gol vazio.

Um dos destaques da partida, Fàbregas voltaria a ser protagonista aos 20 minutos. Ele recebeu pelo meio e, de primeira, deu toque perfeito para Schürrle, que bateu cruzado e virou a partida. O terceiro saiu aos 33. Após escanteio, Ivanovic se antecipou á zaga do Burnley e tocou para a rede.

No segundo tempo, os donos da casa até tentaram uma reação, mas aí Courtois mostrou porquê mereceu a confiança de Mourinho e fez boas defesas. Com o placar praticamente garantido, o técnico português usou seu vasto elenco e testou algumas possibilidades, com Willian, Drogba e Mikel indo para o jogo, mas o placar não foi mais alterado.

Leia tudo sobre: chelseafutebolinglesdiego costa