Nanico PPL é o primeiro a oficializar apoio à candidatura de Marina

A coligação que apoiava Eduardo Campos --morto em um acidente aéreo no dia 13-- é composta de seis partidos, sendo quatro nanicos (PSB, PPS, PPL, PRP, PSL e PHS)

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O Nanico PPL (Partido Pátria Livre) irá oficializar nesta segunda-feira (18) o apoio à candidatura de Marina Silva (PSB) à Presidência da República.

A executiva do partido está reunida em São Paulo para tomar a decisão.

A coligação que apoiava Eduardo Campos --morto em um acidente aéreo no dia 13-- é composta de seis partidos, sendo quatro nanicos (PSB, PPS, PPL, PRP, PSL e PHS).

A legislação eleitoral prevê que a substituição do candidato só se dará pela aprovação da maioria da coligação --no caso de Marina, pelo menos 4 dos 6 partidos.

O nome da ex-senadora deve ser referendado pelo menos por PSB, PPS --que marcaram reuniões de suas executivas para esta quarta-feira (20)--, PPL e PRP.

Já os dirigentes do PSL (Partido Social Liberal), e do PHS (Partido Humanista da Solidariedade), ameaçam não aprovar o nome de Marina. Eles dizem não ter garantias de que Marina seguirá a linha defendida por Campos.

Se a oposição se resumir só a esses dois nanicos, não haverá problemas para a candidatura de Marina.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave