Fumo de ‘terceira mão’ é alerta para o risco de casos de câncer

Crianças podem ser as mais afetadas por passarem mais tempo no chão

iG Minas Gerais | Da redação |

Superfícies. As crianças, que passam muito tempo em casa e em contato com o chão, podem ser as mais afetadas
arquivo stockxpert
Superfícies. As crianças, que passam muito tempo em casa e em contato com o chão, podem ser as mais afetadas

O fumo passivo já é conhecido dos especialistas por causar doenças como câncer. Mas pouco se fala em “fumo de terceira mão” (“thirdhand smoke”, em inglês). Quando alguém fuma, a nicotina do cigarro se dissipa nos pisos e em outras superfícies. Com o tempo, parte dessa nicotina reage com outras substâncias no ar e forma novos compostos, como as nitrosaminas específicas do tabaco (TSNAs, na sigla em inglês). Em níveis mais elevados, essas substâncias podem causar tumores malignos.  

As crianças pequenas podem ser particularmente as mais afetadas por esse problema, uma vez que passam mais tempo dentro de casa, muitas vezes brincando no chão, e tendem a colocar as mãos na boca.

Recentemente, um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de York, no Reino Unido, e da Universitat Rovira i Virgili, na Espanha, descobriu que a poeira doméstica contém níveis potencialmente perigosos de substâncias causadoras de câncer devido à fumaça originada pelo tabaco. O nível é mais elevado em casas de fumantes, mas essas substâncias também estão presentes nos demais ambientes, podendo representar um risco à saúde.

Os pesquisadores buscaram descobrir o quanto de nicotina e nitrosaminas pode estar presente na poeira doméstica. Assim, eles recolheram amostras de poeira de 46 casas em Tarragona, Espanha. Cerca de metade das amostras veio das casas de não fumantes.

Os pesquisadores analisaram a poeira com uma técnica chamada “cromatografia gasosa”. A cromatografia gasosa pode revelar não só que substâncias estão no pó, mas a quantidade de cada composto existente.

A pesquisa constatou níveis potencialmente prejudiciais das substâncias relacionadas com a nicotina em ambos os lares – fumantes e não fumantes, “embora houvesse, em média, oito vezes mais (substâncias) nas casas dos fumantes”, afirmou o estudo.

Gases. Em outra pesquisa, uma equipe do Laboratório Nacional Lawrence Berkeley, nos Estados Unidos, também fez constatações semelhantes, relatando que os resíduos de um cigarro não se assentam inertes em superfícies, reagindo com um gás comum (o ácido nitroso, emitido por aparelhos a gás e veículos, entre outros) para criar as TSNAs.

Essas “TSNAs estão entre os carcinógenos mais potentes e de ação mais ampla presentes no tabaco não queimado e na fumaça do tabaco”, afirmou Hugo Destaillats, coautor do artigo, segundo o site Scientific American.

Quantidade

“Enquanto a fumaça de um cigarro contém pelo menos cem nanogramas de TSNAs, nossos resultados indicam que várias centenas de nanogramas por metro quadrado de nitrosaminas podem ser formadas em superfícies caseiras na presença de ácido nitroso”, informou Mohamad Sleiman, autor líder do estudo dos EUA.

Flash

Orientação. Para controlar o fumo de terceira mão, é recomendado que locais públicos fiquem livres de cigarro e que as pessoas evitem fumar em casa e em seus carros.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave