Tardelli lamenta 'golpe de misericórdia' do Figueira nos acréscimos

Atlético vencia o jogo contra o time de Santa Catarina até os 45 minutos do segundo tempo, mas levou gol de empate no fim

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Empatar fora de casa no Campeonato Brasileiro não é tão ruim. No entanto, dependendo das circunstâncias, arrancar um ponto longe de seus domínios acaba sendo “triste”. Caso do Atlético, que ficou no 2 a 2 com o Figueirense, na noite deste domingo, no estádio Orlando Scarpelli, em Santa Catarina.

O Galo vencia até os 45 minutos do segundo tempo, mas levou “um golpe de misericórdia” aos 46, quase na última volta do relógio do árbitro. Clayton balançou as redes de Victor e tirou dos mineiros a chance de ficar a um ponto do G-4.

“Triste pelo empate. A gente estava bem na partida até tomar o segundo gol. Essa falta de atenção que precisamos corrigir. Pecamos muito nisso, perdendo pontos importantes. Equipe que quer brigar por títulos não pode ter essas falhas”, reclamou o atacante Diego Tardelli, autor do segundo gol alvinegro.

Agora o próximo compromisso alvinegro é diante do Flamengo, na próxima quarta-feira, às 22h, no Maracanã.

Leia tudo sobre: atléticogalocampeonato brasileirofigueirenseflamengotardelli