Flamengo vence Coritiba e deixa zona de rebaixamento

Com vitória magra fora de casa, Rubro-Negro carioca subiu seis posições e deixou o Coxa na lanterna do campeonato

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Coritiba segue em péssima fase, enquanto o Fla alcançou segundo triunfo seguido
CORITIBA/DIVULGAÇÃO
Coritiba segue em péssima fase, enquanto o Fla alcançou segundo triunfo seguido

O Flamengo mostrou neste domingo que está se recuperando no Campeonato Brasileiro sob o comando de Vanderlei Luxemburgo. Fora de casa, no estádio Couto Pereira, em Curitiba, o time carioca derrotou o lanterna Coritiba por 1 a 0, pela 15ª rodada. A vitória tirou o Flamengo da zona de rebaixamento. Com 16 pontos, ocupa agora a provisória 13ª colocação. O Coritiba segue com apenas 12, na lanterna.

Sem o meia Alex, maestro do time, o Coritiba teve dificuldades no meio-campo neste domingo. Em má jornada, Robinho não conseguia dar sequência para o ataque. No primeiro tempo, o jogo foi equilibrado, com o Flamengo mais preocupado em marcar o Coritiba em seu campo.

Aos 17 minutos, porém, o volante Baraka errou passe e entregou a bola para Éverton, que avançou em velocidade e tocou na saída de Vanderlei. Com a vantagem no placar, o Flamengo se encolheu ainda mais e o Coritiba perdeu a chance de empatar aos 21, em cabeçada de Germano que passou rente à trave.

Em um dos seus poucos ataques o Flamengo levou perigo aos 28, em nova jogada de Éverton pela direita, que Alecsandro completou para fora mesmo chutando sem marcação na linha da pequena área.

Na segunda etapa, o técnico Celso Roth trocou o volante Baraka por outro, Helder, e colocou o atacante Keirrison na vaga do ala Reginaldo, mas as mudanças não surtiram efeito. No primeiro lance, Keirrison foi puxado por João Paulo, mas o árbitro não marcou o pênalti. Aos oito minutos, o atacante surpreendeu Paulo Victor e, em uma bola cruzada, acertou o travessão carioca.

Sentindo a pressão, Luxemburgo reforçou o meio com a entrada de Lucas Mugni na vaga do atacante Eduardo da Silva. O Flamengo voltou a equilibrar as ações e, com o passar do tempo, o Coritiba mostrava mais nervosismo. A situação piorou aos 36, quando Robinho foi expulso de campo, após receber o segundo cartão amarelo.

O Flamengo, com melhor postura em campo, soube segurar o placar e no final da partida, a torcida, revoltada, xingou e pediu a saída do presidente Vilson Andrade, que foi chefe da delegação da seleção brasileira na Copa do Mundo.

FICHA TÉCNICA:

CORITIBA 0 x 1 FLAMENGO

CORITIBA - Vanderlei; Reginaldo (Keirrison), Luccas Claro, Leandro Almeida e Dener; Baraka (Hélder), Germano, Norberto e Robinho; Geraldo (Zé Rafael) e Zé Love. Técnico: Celso Roth.

FLAMENGO - Paulo Victor; Léo Moura, Marcelo, Wallace e João Paulo; Márcio Araújo, Recife (Amaral) Héctor Canteros e Everton; Eduardo da Silva (Lucas Mugni) e Alecsandro (Artur). Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

GOL - Éverton, aos 17 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Marcelo, Alecsandro, Éverton e Germano.

CARTÃO VERMELHO - Robinho.

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)

RENDA - R$ 320.590,00.

PÚBLICO - 13.521 pagantes.

LOCAL - Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR).  

Leia tudo sobre: coritibaflamengofutebol