Avacoelhada

iG Minas Gerais |

Elsinho e Gilson se destacam mais na parte ofensiva do que defensiva. A fim de melhorar o desempenho no apoio precisam buscar mais vezes a linha de fundo e aumentar a eficiência dos cruzamentos. Para compensar as subidas dos laterais, transformados em alas, Leandro Guerreiro deve ficar mais recuado, quase na função de terceiro zagueiro. Sem Andrei, suspenso, e Magrão, lesionado, Pablo, Willians e Júnior Lemos são opções para formar o losango do meio de campo, com Mancini ou Tchô próximo dos atacantes. Outra formação é a escalação do Mancini e Tchô no 4-4-2, com Willians e Obina na frente. Também existe a possibilidade de jogar sem centroavante. Nesse caso, Willians, Ricardinho, Tchô, Diney, Bruninho e Lucas Silva são alternativas para formar a dupla de ataque. Escolhas de acordo com as características dos jogadores da equipe.

A voz da Massa Saudações alvinegras! O Galo vem em franca ascensão no Brasileirão. Nos últimos jogos tivemos duas vitórias e um empate, e já chegamos ao sexto lugar na tabela. A recente conquista da Recopa também contribuiu para a recuperação do time. Enfim, estamos num bom caminho. Portanto, se tem algo que nós não precisamos agora é de qualquer coisa como esse disse-me-disse entre Levir e Kalil. Meus amigos, tudo para o Galo é mais difícil, nós sempre temos que lutar contra tudo e todos, e se ficarmos procurando rusguinhas internas, a vida vai ficar mais difícil. Temos que trabalhar em conjunto, desde o presidente, passando pelo treinador, jogadores, até a torcida. Só assim conseguiremos ver o Galo cada vez mais vitorioso, como deve ser. E, além do mais, os dois já são bem maduros para deixar essas questões se tornarem mais importante do que o bem do nosso Galo.

A voz Celeste O jogo mais importante é sempre aquele que está por vir. Então, hoje contra o Santos é um daqueles jogos de afirmação. Temo que vencer para mostrar que o maior de Minas é o favorito para a conquista do título. Esses dois empates que tivemos fora de casa serviram de alerta e deixaram claro que não existe jogo fácil no Brasileirão. Time que quer ser campeão tem que fazer a diferença dentro de casa. No Mineirão, são quatro jogos e quatro vitórias. A nação celeste vai lotar a nossa casa e incentivar do começo ao fim. A torcida em sintonia com o time faz do Cruzeiro mais forte no gigante da Pampulha. Vamos lotar o Mineirão e incentivar o tempo todo. A nação celeste tem que saber que temos 90 minutos para fazer o gol. E esse time do Cruzeiro tem potencial para decidir em fração de segundos. Estamos no caminho certo, vamos rumo ao tetracampeonato!

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave