Apesar disso, atletas vivem mais

iG Minas Gerais |

Atletas de elite vivem mais do que a população
Arquivo AP
Atletas de elite vivem mais do que a população

ROCHESTER. Sobre o mesmo tema, pesquisadores da Espanha divulgaram os resultados de uma metanálise de dez estudos sobre mortalidade em atletas de elite. Eles incluíram mais de 42 mil atletas (707 mulheres) – de esportes como futebol, beisebol, atletismo, ciclismo – de nível olímpico e participantes do Tour de France, tradicional competição de ciclismo do país.

“Descobrimos que atletas de elite (principalmente homens) vivem mais do que a população em geral, o que sugere que os efeitos do exercício não estão necessariamente limitados a doses moderadas” ponderou o pesquisador Alejandro Lucia, da Universidade Europeia de Madri, na Espanha.

“Uma extrapolação dos dados do estudo de Williams e Thompson para a população em geral sugeriria que aproximadamente um em cada 20 indivíduos estão exagerando no exercício”, comentou James O’Keefe, do Mid America Heart Institute, no Kansas, e autor de outro artigo na mesma edição do periódico.

Mesmo assim, esses autores afirmam que cerca de dez em cada 20 pessoas não estão fazendo a quantidade mínima recomendada de atividade física.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave