Ritmo de festa

Racionais virá a Belo Horizonte para show único no Chevrolet Hall, na próxima sexta (22), como parte da turnê comemorativa de aniversário

iG Minas Gerais | Giselle Ferreira |

Em ano de aniversário, Mano Brown e seus parceiros prometem CD para outubro
RODRIGO DIONÍSIO - 26.4.2012
Em ano de aniversário, Mano Brown e seus parceiros prometem CD para outubro

Com nome inspirado nos discos de Tim Maia, sonoridade influenciada por Jorge Ben e extensas e ácidas letras sobre o cotidiano do marginal e do negro no Brasil, o Racionais MC’s completa, este ano, 25 de carreira. Uma das pioneiras e mais importantes bandas do rap nacional, os paulistas vêm a Belo Horizonte para show único no Chevrolet Hall, na próxima sexta (22), como parte da turnê comemorativa de aniversário.

Algumas músicas novas, que a banda foi lançando ao longo dos 12 anos de hiato entre o último disco e esse show, compõem o repertório da apresentação, que promete privilegiar o aspecto visual – o cenário, com painéis de LED, ilustra as canções. 

A respeito do aguardado próximo disco, inclusive, o rapper Edi Rock diz que o lançamento é estimado para outubro e que o sucessor de “Nada Como Um Dia Após O Outro Dia” (2002) vem “mais pesado, como tem que ser na atualidade”. “A gente mantém a linha de acompanhar e retratar os acontecimentos diários das nossas vidas ao longo desses 25 anos. Tem muita coisa do passado, assuntos que nos marcaram. Mas também tem atualidade, cotidiano. Mixamos em Nova York, mas a gente se baseia nisso”, diz.

O álbum, ainda sem nome, vem para consolidar o bom momento e a retomada do rap nacional, que, depois de um declínio nos anos 2000, voltou a ganhar espaço com Criolo, Emicida e Projota. Edi credita ao Racionais a descida da ladeira e a posterior e recente ascensão do estilo. “Da nossa parte foi a volta com a música do Marighella, premiada pela MTV, com toda aquela divulgação, que reergueu o rap. Eu não esperava aquele barulho. Acredito que o Racionais tem que estar junto. Tem que ter música nova na rua. Sem o Racionais, apesar dos outros grupos que circulam, fica uma lacuna. Quando a gente volta, fortalece a cena – se cai um soldado o exército enfraquece”, conta o rapper, lembrando do videoclipe de “Marighella – Mil Faces de um Homem Leal”, premiado como o melhor do ano em 2012 pela MTV e coroou a noite com um encerramento histórico.

Mercado

Depois de muito nadar contra a maré e de se negar a ter site, assessoria de imprensa e empresário, os quatro Racionais – Mano Brown, Edi, Ice Blue e DJ KL Jay – largaram mão da birra de ser banda grande e entenderam que o caminho é encarar o rap como um trabalho. E para quem quer trilhar o mesmo caminho, Rock dá o recado: “ô mano, tem que ralar. Tem que trabalhar e muito, divulgar, fazer videoclipe. Tem que fazer o trabalho circular. Não adianta colocar na rua e achar que vai ser visto. Demora. Tem que ter paciência. Até alguns dias ninguém conhecia o Projota, o Rashid, a Karol Koncá. Mas eles estão aí. A pista pede coisas novas, é só fazer”. 

Racionais MC’s

Chevrolet Hall (av. Nossa Senhora do Carmo, 230, São Pedro, 4003-5588). Sexta (22), às 22h. R$ 140 (pista, arquibancada, inteira, 5º lote).

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave