Integração da base com seleção já começou, diz Gilmar Rinaldi

Coordenador de seleções observa, na companhia do técnico Dunga, o desempenho do time Sub-20 nacional no Torneio de Cotif

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Gilmar Rinaldi garante que integração da base com seleção já começou
Divulgação/CBF
Gilmar Rinaldi garante que integração da base com seleção já começou

A tão esperada integração da base com a seleção brasileira principal já começou, afirmou Gilmar Rinaldi nesta sexta-feira, em Valência. Na Espanha, o coordenador de seleções observa, na companhia do técnico Dunga, o desempenho do time Sub-20 nacional no Torneio de Cotif.

"Este é o ponto de partida [na integração entre as seleções]", afirmou Rinaldi, que assumiu o cargo na CBF com a missão de aproximar os mais jovens dos jogadores mais experientes. "Na realidade, começamos a colocar em prática a nossa filosofia de trabalho, temos que conviver com as categorias amadoras, com os times Sub-20, Sub-17 e Sub-15".

Para Rinaldi, a presença de Dunga no torneio contribuirá para o crescimento dos jovens jogadores, ao colocar certa pressão sobre o elenco. "É importante que eles sintam a presença da seleção principal e saibam que nosso futuro depende muito deles. É o caminho que eles vão seguir um dia, que vai desembocar na seleção principal", afirmou.

"A presença do treinador da seleção principal sempre causa expectativa muito grande [entre os mais jovens], o que é positivo, porque eles têm a oportunidade de se mostrar ao treinador e também dá uma certa pressão, o que é bom porque eles têm que saber lidar com isso", declarou.

Na sua avaliação, o torneio ajuda a estimular a evolução dos atletas por oferecer condições adversas, como o gramado sintético. "É um fato novo, o que já faz parte do treinamento. Toda vez que você tem um fato novo, tem que buscar uma solução para uma dificuldade. É o que eles estão fazendo, é difícil, não é o que estão habituados. Eles têm que superar o gramado sintético e se impor nele. Tudo faz parte da preparação para que um dia cheguem à seleção olímpica e seleção principal", disse.

Para Rinaldi, acompanhar o torneio de base servirá para a futura renovação da seleção principal. "Para nós, é muito importante começar a monitorar, ter conhecimento dos jogadores, identificá-los, saber as características, como jogam, como se comportam para, quando chegarem a seleção principal, a gente tenha um desenho total da personalidade e qualidade desses jogadores", disse.

Comandada pelo técnico Alexandre Gallo, a seleção Sub-20 já disputou duas partidas em Cotif, ainda sem vencer. Foram dois empates, com Catar e Equador, por 1 a 1 e 0 a 0, respectivamente. Gallo também é coordenador das categorias de base da CBF e vem trabalhando em conjunto com Dunga e Rinaldi.