PSB convoca reunião para decidir candidato à Presidência

O grupo majoritário do PSB defende a confirmação de Marina como nome do partido ao Palácio do Planalto

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O presidente do PSB, Roberto Amaral, convocou para quarta-feira (20) uma reunião da executiva nacional do partido para decidir se a legenda terá candidato a presidente da República e quem será o substituto de Eduardo Campos, morto em acidente aéreo, em Santos, na quarta-feira. O nome mais forte é o da ex-ministra Marina Silva.

"A tendência é o partido ter candidato", disse Amaral ao Broadcast Político, serviço em tempo real da "Agência Estado". A reunião será realizada em Brasília. Amaral informou ainda que na terça-feira (19) haverá uma missa, em Brasília, para homenagear Campos e os outros seis mortos no acidente.

O grupo majoritário do PSB defende a confirmação de Marina como nome do partido ao Palácio do Planalto, conforme informou o jornal "O Estado de S. Paulo" nesta sexta-feira. Os dirigentes e líderes da legenda, no entanto, querem em troca garantias da candidata a vice. Pedem, por exemplo, que ela não ataque as alianças políticas estaduais costuradas pela cúpula.

Após a morte de Campos, Marina está reclusa em sua casa em São Paulo e não tem falado sobre a sucessão presidencial. A interlocutores, a ex-ministra diz estar de luto e que não vai tratar de questões eleitorais nos próximos dias. De acordo com a legislação eleitoral, o PSB tem dez dias, a partir da data da morte de Campos, para apresentar o novo candidato à Presidência. Os programas de TV dos partidos, no entanto, começam na próxima terça.

Leia tudo sobre: PSBEleiçõesEduardo CamposMarina SilvaBrasilPolítica