PBH desenvolve aplicativos e jogos interativos de parques municipais

Objetivo é facilitar a busca por informações e torná-las mais atrativas; jogos são para todas as idades; mapa interativo dos parques municipais e o cemitério do Bonfim já possuem aplicativos para dispositivos móveis que utilizam Android

iG Minas Gerais | Da Redação |

No site da PBH, na página da FPM, os usuários encontram mapas interativos dos parques e cemitérios
Reprodução PBH
No site da PBH, na página da FPM, os usuários encontram mapas interativos dos parques e cemitérios

A Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), com o objetivo de facilitar a busca por informações e torná-las mais atrativas, desenvolveu aplicativos e jogos interativos, por meio da Fundação de Parques Municipais (FPM).

No site da PBH, na página da FPM, os usuários encontram mapas interativos dos parques, cemitérios e Centros de Vivência Agroecológica (Cevaes), com informações como infraestrutura, recursos naturais, localização e fotos. Todos estão passando por atualizações de informações, layout e linguagem de programação.

O mapa interativo dos parques municipais e o cemitério do Bonfim já possuem aplicativos para dispositivos móveis que utilizam Android. Os demais mapas também estão recebendo melhorias e serão disponibilizados para download gratuito, com tecnologia Android e IOS. A perspectiva é de que até o final do ano já estejam prontos para utilização do público.

Além dos mapas, o jogo educativo, em 3D, instalado nos computadores do quiosque informativo no Parque das Mangabeiras, também será atualizado para Android e ganhará uma versão demo, mais curta, para ser jogado on-line no site da FPM. Nele, um quati, personagem principal, percorre os principais pontos do parque das Mangabeiras (cascatinha, praça das águas, mirante) em busca de outros bichos da fauna local, com um tempo máximo de dez minutos. O jogo é para todas as idades e tem sido uma das grandes atrações do local.

Maurício Volker, que trabalha na Assessoria de Comunicação Social da FPM, é o responsável pelo aprimoramento dos mapas e jogos, trabalho que teve início em maio deste ano. “A FPM foi pioneira no desenvolvimento de aplicativos em órgãos públicos. Por meio deles o cidadão tem uma ferramenta mais moderna, que segue a tendência da era digital, com o uso de dispositivos móveis. É uma ferramenta gratuita que facilita o acesso às informações dos parques, cemitérios e Cevaes”, explica Maurício.

Outros jogos interativos

O site da FPM hospeda, ainda, o Jogo da Memória, por meio do qual o usuário pode conhecer um pouco mais sobre a biodiversidade dos parques, além de exercitar sua memória. As temáticas disponíveis são aves, fauna e mamíferos.

Leia tudo sobre: parques municipaisaplicativosjogos interativosmapas