Federer derrota Monfils em Cincinnati e encara Murray

O tenista britânico lidera o confronto direto por 11 a 10, mas suíço venceu o último duelo

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Federer vai reencontrar Nadal na final de Roma
Divulgação / ATP
Federer vai reencontrar Nadal na final de Roma

O suíço Roger Federer avançou com dificuldades para as quartas de final do Masters 1000 de Cincinnati, nos Estados Unidos. Na noite de quinta-feira, o número 3 do mundo derrotou o francês Gael Monfils, 23º colocado no ranking da ATP, por 2 sets a 1, com parciais de 6/4, 4/6 e 6/3, em 1 hora e 48 minutos.

O primeiro set da partida foi marcado pelas várias quebras de serviço - foram cinco em dez games. Monfils chegou a abrir 2/0, mas permitiu a virada de Federer para 4/2. O francês, porém, reagiu e empatou a parcial em 4/4. O suíço conseguiu uma quebra de serviço decisiva no décimo game e fechou a parcial em 6/4.

O duelo seguiu equilibrado no segundo set, mas dessa vez os tenistas conseguiram manter o saque até o nono game, quando Monfils converteu um break point para fazer em 5/4. Em seguida, confirmou o seu serviço e fechou a parcial em 6/4, forçando a realização do terceiro set.

Dessa vez, foi Federer quem conseguiu a única quebra de saque da parcial, no oitavo game. Depois, o suíço manteve o seu saque e fechou o set em 6/3 e o jogo em 2 a 1, se garantindo nas quartas de final do Torneio de Cincinnati.

Seu próximo adversário será o britânico Andy Murray, que passou mais cedo pelo norte-americano John Isner (6/7, 6/4 e 7/6). Murray lidera o confronto direto por 11 a 10, mas Federer venceu o último duelo, no Aberto da Austrália deste ano. Em Cincinnati, o britânico ganhou em 2006 e o suíço deu o troco em 2009.

Também na noite de quinta-feira, o espanhol David Ferrer avançou às quartas de final ao derrotar o russo Mikhail Youzhny, 25º colocado no ranking, por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/0. O próximo adversário do número 6 do mundo será o compatriota Tommy Robredo, algoz do sérvio Novak Djokovic. Ferrer lidera o confronto direto por 7 a 2.

Já o canadense Milos Raonic se garantiu na próxima fase em Cincinnati ao vencer o norte-americano Steve Johnson, 55º colocado no ranking, por 2 sets a 1, com parciais de 6/7 (7/9), 6/3 e 7/6 (7/4). Nas quartas de final, o número 7 do mundo vai duelar com o italiano Fabio Fognini.

CHAVE FEMININA - Embalada pelo título em Montreal na semana passada, a polonesa Agnieszka Radwanska, número 5 do mundo, se garantiu nas quartas de final da chave feminina do Torneio de Cincinnati ao derrotar a alemã Sabine Lisicki, 29ª colocada no ranking da WTA, por 2 sets a 0, com um duplo 6/1, em apenas 52 minutos.

A dinamarquesa Caroline Wozniacki será a próxima oponente de Radwanska. Número 12 do mundo, a dinamarquesa bateu a alemã Angelique Kerber, sétima colocada no ranking, por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/2. Wozniacki lidera o confronto direto por 5 a 4, mas perdeu os últimos três duelos para Radwanska.

Já a sérvia Ana Ivanovic, número 11 do mundo, avançou em Cincinnati ao derrotar a russa Svetlana Kuznetsova, 25ª colocada no ranking, por 2 sets a 1, com parciais de 6/2, 2/6 e 6/3. Agora, Ivanovic vai duelar com a ucraniana Elina Svitolina.  

Leia tudo sobre: tenisfederercincinnatimurray