ONS vai responder sobre represa

Algumas cidades paulistas já enfrentam racionamento de água

iG Minas Gerais |

RIO DE JANEIRO. O Operador Nacional do Sistema (ONS) tem até hoje para informar ao Ministério Público Federal do Rio de Janeiro (MPF–RJ) sobre a situação da vazão da represa do rio Jaguari – que banha os Estados de São Paulo e Minas Gerais. Segundo o órgão, o Rio pode ter problemas de fornecimento de energia se o governo de São Paulo mantiver a vazão do Jaguari no nível mínimo.  

As informações vão compor um inquérito civil público para apurar os impactos ambientais do projeto do governo paulista para a transposição do rio Paraíba do Sul, na região metropolitana do Rio, em razão da crise do Sistema Cantareira – principal fornecedor de água para a população da Grande São Paulo.

O governo paulista descumpre determinação do ONS de que a Companhia Energética de São Paulo (Cesp) aumente a vazão de água do Paraíba do Sul para o Jaguari de 10 mil para 30 mil litros por segundo. Algumas cidades paulistas já enfrentam racionamento de água.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave