PM diz que ainda não há data prevista

O ex-secretário, no entanto, negou a informação. “Conversei com dom Walmor, que se mostrou preocupado com a situação, mas não fez nenhuma reivindicação

iG Minas Gerais | Bernardo Miranda e Bernardo Almeida |

A Polícia Militar de Minas Gerais ainda não definiu quando vai cumprir a ordem de reintegração de posse. A corporação informou nesta quinta que ainda não foi notificada da decisão da Justiça que cassou a liminar que impedia a retirada dos moradores.  

Assessor da Comissão Pastoral da Terra, frei Gilvander afirmou que o ex-secretário de Estado de Governo Danilo de Castro teria discutido sobre a ocupação com ao arcebispo de Belo Horizonte, dom Walmor Oliveira de Azevedo. Segundo o frei, Castro teria informado que não haveria reintegração de posse nos próximos dias.

O ex-secretário, no entanto, negou a informação. “Conversei com dom Walmor, que se mostrou preocupado com a situação, mas não fez nenhuma reivindicação. Não há nenhum comprometimento sobre essa questão que tenha sido firmado entre o Estado e a arquidiocese”.

Ainda apreensivos, os moradores temem que ocorra situação parecida com a desocupação da comunidade de Pinheirinhos, em São Paulo. Em 2012, uma liminar impediu o despejo, e os ocupantes se desmobilizaram. Porém a liminar foi derrubada, e três dias depois a polícia cumpriu a ordem de reintegração.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave