Houve redução na média de viagens

Entre as quatro estações em operação, com 40 bicicletas cada, a da praça da Liberdade é a de maior procura (o número exato não foi informado), seguida de Mercado Central, e Afonso Arinos

iG Minas Gerais | Luciene Câmara |

Logo na inauguração, o projeto Bike BH caiu no gosto da população e registrou 3.601 viagens no primeiro mês de funcionamento – média de 120 saídas por dia. Desde o lançamento do sistema, foram contabilizadas 5.668 viagens, o que corresponde a uma média de 80,9 percursos feitos diariamente.  

A Serttel, que administra o Bike BH em parceria com a prefeitura, não apresentou justificativas para a redução, que pode ter relação com o término do período de férias escolares. A Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans) informou que a Serttel é a responsável por falar do projeto.

Entre as quatro estações em operação, com 40 bicicletas cada, a da praça da Liberdade é a de maior procura (o número exato não foi informado), seguida de Mercado Central, e Afonso Arinos.

Bairros. Conforme a Serttel, 400 bikes devem ser instaladas até o fim de setembro.

Além da região da Pampulha, haverá mais terminais no centro da capital e em outros sete bairros da região Centro-Sul: Barro Preto, Boa Viagem, Funcionários, Lourdes, Santa Efigênia, Santo Agostinho e Savassi. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave