PSDB teme votação de Marina

Acertos patrocinados pelo socialista em Estados como São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso, Santa Catarina e Alagoas não contavam com a simpatia de Marina

iG Minas Gerais |

Desempenho. Aécio tem oscilado em torno de 20% das intenções de voto nas últimas pesquisas
Júnior Santos/Tribuna do Norte
Desempenho. Aécio tem oscilado em torno de 20% das intenções de voto nas últimas pesquisas

Rio de Janeiro. A possível ascensão de Marina Silva para o lugar de Eduardo Campos na disputa presidencial de outubro é motivo de preocupação para integrantes do comando da campanha do tucano Aécio Neves (PSDB), também candidato à Presidência.

Eles consideram que a candidata já partiria para a disputa com aproximadamente 15% das intenções de voto, o dobro do que Campos vinha pontuando em pesquisas recentes, que antecederam o início da campanha na TV. É um percentual muito próximo do obtido atualmente por Aécio Neves, que vem pontuando em torno de 20%.

Ao mesmo tempo, os tucanos avaliam que a comoção gerada pela tragédia da morte do político do PSB pode não ser suficiente para Marina manter acordos regionais costurados pessoalmente por Campos.

Acertos patrocinados pelo socialista em Estados como São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso, Santa Catarina e Alagoas não contavam com a simpatia de Marina. Tucanos duvidam que ela consiga manter esses aliados no entorno de sua candidatura.

Na noite de quarta-feira, ao ser perguntado sobre o impacto da morte do político do PSB no cenário eleitoral, Aécio disse não conseguir “pensar em nada”.

Sem agenda

Em casa. Com agenda de campanha suspensa até o enterro de Eduardo Campos, o candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, passou a quinta-feira em casa, com sua família, no Rio de Janeiro.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave