Forno de hospital explode e deixa 2 cozinheiros feridos

Acidente ocorreu durante preparação de almoço em comemoração ao aniversário de 18 anos da unidade de saúde; vítimas tiveram queimaduras de primeiro grau

iG Minas Gerais | Dayse Resende |

Alerta. 
Forno que explodiu é igual a um desses da foto
Alerta. Forno que explodiu é igual a um desses da foto

 

A semana era de comemorações para a Secretaria Municipal de Saúde, que programou uma série de atividades para o aniversário de 18 anos do Hospital Regional. No entanto, um acidente ocorrido na cozinha da unidade de saúde, na manhã da última segunda-feira (11), marcou, de forma trágica, o início das festividades.    Segundo informações obtidas pela reportagem de O Tempo Betim, dois funcionários tiveram queimaduras depois que um dos fornos a gás da cozinha explodiu enquanto eles preparavam um almoço especial. Uma servidora, que pediu para não ser identificada, contou que uma das vítimas segurava um tabuleiro com um frango  quando, ao acender o forno, foi surpreendida pelas chamas. Outro cozinheiro que estava próximo ao local do acidente também se feriu.    “Foi assustador. Era por volta das 9h30 quando escutamos um barulho forte. Uma das vítimas só não perdeu a visão porque usava óculos na hora do acidente”, contou a servidora. Ainda de acordo com ela, essa não foi a primeira vez que o forno explodiu. Em 2013, um acidente parecido teria ocorrido, porém, sem vítimas. Para ela, a situação ocorre porque os tubos de gás estão velhos. “Quem trabalha na cozinha sente o cheiro do gás que vaza das mangueiras. Funcionários já pediram à prefeitura que fizesse a troca da tubulação”, completou.   Outro servidor do hospital, que também preferiu não ser identificado, reclamou de que o setor está abandonado. “Os fornos, assim como diversos outros equipamentos e vasilhames, estão velhos e enferrujados. Além disso, o teto da cozinha não é forrado, e falta ventilação. Em época de muito calor, os cozinheiros sofrem muito”, disse.   Para ele, é preciso que o setor receba melhorias antes que uma tragédia maior aconteça. “Foi sorte ninguém ter tido ferimentos mais graves. Infelizmente, trabalhamos com medo”, frisou.   Resposta A assessoria de imprensa da prefeitura confirmou o acidente, mas negou que tenha havido a explosão. Segundo a pasta, no momento em que um dos funcionários foi acender o forno, um vapor quente atingiu os dois. “Os funcionários tiveram queimaduras de primeiro grau, foram socorridos e atendidos imediatamente no pronto-socorro do hospital. Após avaliação clínica, eles tiveram alta hospitalar e receberam atestado médico. O hospital prestou e está prestando toda a assistência necessária para os servidores”, explicou a assessoria, ao ressaltar que o hospital já iniciou uma sindicância interna para apurar o ocorrido.   A assessoria frisou, ainda, que os fornos foram vistoriados e revisados recentemente por uma empresa especializada em manutenção de equipamentos de cozinha industrial, a qual avaliou como aptos para uso.    Sobre as demais denúncias, a assessoria ressaltou que, há dois meses, a cozinha vem passando por reformas e melhorias na estrutura. “Foram feitas trocas de cerâmica, de torneiras, de luminárias, revisão elétrica e manutenção em diversos equipamentos”. A expectativa é que, ainda neste ano, sejam feitas compras de novos utensílios. Também está em estudo, segundo a assessoria, a elaboração de projeto para o forro da unidade.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave