Manifestantes se espremem em caixas contra bloqueio a Gaza

Mais de 150 pessoas participaram de mobilização para destacar sofrimento vivido por população civil em meio ao conflito entre Israel e Hamas

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

MUNDO -  Londres- Inglaterra- Na Praça do Parlamento, 150 homens, mulheres e crianças são esmagados dentro de caixas para um ato da Oxfam para ilustrar as condições enfrentadas pelas pessoas em Gaza que estão presas pelo bloqueio.
foto: Mike Kemp/ Oxfam - 14/08/2014-
Mike Kemp/ Oxfam - 14/08/2014-
MUNDO - Londres- Inglaterra- Na Praça do Parlamento, 150 homens, mulheres e crianças são esmagados dentro de caixas para um ato da Oxfam para ilustrar as condições enfrentadas pelas pessoas em Gaza que estão presas pelo bloqueio. foto: Mike Kemp/ Oxfam - 14/08/2014-

Homens, mulheres e crianças se apertaram dentro de caixas de madeira, colocadas entre o Parlamento britânico e o Big Ben em Londres, nesta quinta-feira (14). O manifesto reuniu mais de 150 pessoas, de acordo com a imprensa inglesa. O objetivo é destacar o sofrimento vivido pela população de Gaza, devido ao bloqueio de Israel.

Formando a palavra Gaza, as caixas brancas foram colocadas em um dos pontos turísticos mais famosos de Londres. O protesto simbólico foi organizado pela Oxfam, em meio à divulgação da campanha nacional que busca alertar sobre as dificuldades enfrentadas pelas pessoas que vivem em Gaza, confinadas com o conflito envolvendo militares israelenses e o as forças do grupo Hamas.

Segundo a organização, mais de 100.000 pessoas tiveram suas casas destruídas e pelo menos 15 hospitais e 16 clínicas foram danificados com os bombardeios.  Na última quarta-feira (13), os dois lados aceitaram um cessar-fogo temporário. Ainda de acordo com a Oxfam, a população civil estaria sofrendo uma punição coletiva ilegal sob a lei internacional.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave