Douglas Santos espera dar fim à carência da lateral esquerda

Quarto reforço da era Levir Culpi foi apresentado nesta quinta-feira, na Cidade do Galo, prometendo empenho máximo.

iG Minas Gerais | FERNANDO ALMEIDA E THIAGO PRATA |

Nos últimos anos, o Atlético foi casa de muitos laterais-esquerdos que sabiam defender, mas tinham dificuldades para atacar. Ou de alas autênticos, que deixavam espaços na retaguarda. Existiam ainda aqueles canhotos com deficiências tanto no setor defensivo, quanto no ofensivo. Com Douglas Santos, apresentado nesta quinta-feira, na Cidade do Galo, a esperança é de que, finalmente, o problema do setor seja solucionado por completo.

Douglas pertence à Udinese-ITA e chega por empréstimo de 12 meses, com passe fixado. A diretoria alvinegra não quis revelar os valores para uma hipotética compra dos direitos do atleta. De qualquer forma, fica a expectativa de que o jogador possa vingar com a camisa alvinegra.

“As minhas características, desde o Náutico, são de marcar bem, fazer um bom apoio e cruzar bem. É fazer o meu melhor para suprir esta carência que estão falando”, declarou o novo lateral do Galo, que disputa uma vaga com Pedro Botelho e Emerson Conceição.

Destaque do Náutico no Brasileirão de 2012, Douglas Santos foi parar na Europa, onde defendeu as cores do Granada-ESP e da Udinese-ITA. No entanto, não tem boas lembranças nestes dois últimos clubes e espera dar a volta por cima no Atlético.

“Minha felicidade é enorme. Todo jogador quer jogar no Atlético, um clube grande, com uma grande torcida. Fui bem acolhido. Agora é ter tranquilidade para jogar aqui no Brasil. E a família é muito importante também neste momento. Houve dificuldades lá fora. Vir pra cá foi muito importante para ter felicidade e jogar feliz”, disse o atleta.

Resta agora ele aprimorar a forma física para estar à disposição de Levir Culpi o mais rápido possível. “É procurar melhorar sempre. É focar e ter seriedade no trabalho. Chego ao Atlético com os pés no chão e para trabalhar”, ressaltou.

Leia tudo sobre: AtleticoGaloDouglas Santos