Aeronáutica nega possibilidade de drone ter derrubado avião de Campos

Campos de voo dos VANTs (Veículo Aéreo Não Tripulado) estava a 20 km de distância da pista do aeroporto da cidade

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

A aeronáutica negou, na tarde desta quinta-feira (14), qualquer possibilidade de que o avião que levava Eduardo Campos para Santos, na quarta (13), tenha se envolvido no acidente por conta de um choque com um drone. 

Mais cedo, o jornal "Estado de S. Paulo" afirmou que uma notificação foi feita pela FAB a todos os pilotos que fossem trafegar pela região, já que, cerca de 20 km de distancia da pista do aeroporto da cidade, havia uma área destinada para voos de drones e VANTS (Veículo Aéreo Não Tripulado). 

De acordo com a FAB, os drones podem causar danos e acidentes aos aviões, assim como aves e outros objetos voadores. 

O jato onde Campos e sua equipe viajava caiu na região central da cidade litorânea. A investigação continua.

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave