Dupla suspeita de matar policial na Zona da Mata é presa pela PM

Suspeitos foram detidos após dois dias de intenso rastreamento feito por policiais de cidades da região

iG Minas Gerais | JOSÉ VÍTOR CAMILO |

A moto usada pela dupla no dia do crime também foi localizada
PMMG/DIVULGAÇÃO
A moto usada pela dupla no dia do crime também foi localizada

Após dois dias de intenso rastreamento utilizando inclusive um helicóptero, a Polícia Militar (PM) conseguiu prender nesta quinta-feira (14) dois suspeitos de matarem o soldado Edwilson de Souza Ramos, de 35 anos, na cidade de Tocantins, na Zona da Mata. Na noite de terça-feira (12), o militar realizava patrulhamento pela praça Central da cidade, quando tentou abordar os suspeitos em uma moto e foi atingido por um tiro na cara. 

Conforme informações divulgadas pela 4ª Região da PM, Luiz Henrique Caporal, de 21 anos, foi detido em cima de uma árvore na região de Barro Branco, zona rural do município. Ele foi preso em flagrante e seria o garupa do veículo, que teria efetuado os disparos. O suspeito teria ficado ferido após cair da árvore no momento da prisão, ainda de acordo com a PM. 

Algumas horas depois, desta vez no bairro Grama, os policiais localizaram e fizeram a prisão de Albert de Oliveira Basques, de 20 anos, que seria o condutor do veículo. Ainda conforme a corporação, o 21º Batalhão, responsável pela cidade de Tocantins, contou com o apoio do 2º e 27º batalhões, da 6ª Companhia Independente, da 4ª Companhia de Missões Especiais e da Companhia de Radiopatrulhamento Aéreo da PM. 

A motocicleta usada pelos suspeitos no dia do crime, um Fazer vermelha, e dois revólveres foram apreendidos pela corporação. O autores serão apresentados na Delegacia da cidade de Tocantins/MG, na tarde desta quinta. 

Leia tudo sobre: DUPLAMATOUPOLICIALPMTOCANTINSSOLDADO EDWILSONMORTOASSASSINOSPRESOSPOLÍCIA MILITARZONA DA MATA