Marina não vive momento fácil e tenta se manter forte, diz filha

No relato, Mayara Lima se solidariza com a família de Campos e conta suas impressões sobre a união "das duas grandes figuras públicas"

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

undefined

"Não é um momento fácil para a minha mãe e toda a equipe, mas ela tenta se manter forte", disse nesta quinta-feira (14) Mayara Lima, filha da ex-senadora Marina Silva cotada para assumir a disputa pela Presidência pelo PSB após a morte do ex-governador Eduardo Campos, vítima de acidente aéreo.

Mayara escreveu um texto em sua página no Facebook em homenagem a Campos. Ela publicou junto uma foto na qual aparece com a mãe ao lado do ex-governador e seu filho, João No retrato, Marina e Campos seguram aos mãos dos filho e sorriem discretamente.

No relato, a filha de Marina se solidariza com a família de Campos e conta suas impressões sobre a união "das duas grandes figuras públicas"."Eles são tão grandes que me sinto minúscula", contou.

Nossa única certeza da vida é a incerteza do futuro. A vida é cheia de surpresas. O nosso desafio é prosseguir a vida sem medo. À família Campos e de todos os outros integrantes que faleceram, meus mais sinceros sentimentos.

"Naquela sala de um apartamento dentro da cidade de São Paulo, cheia de gente, estava acontecendo história. Dava para sentir que uma agenda com compromissos para um Brasil que queremos se formava. Eu estava ali como uma mera espectadora e já sentia que estava por vir algo grande pela frente", disse.

E completou: "Minha mãe começa a falar em tom de conversa informal. No meio dos dois vejo ela dizer que a razão desse compromisso não era por eles, nem pela equipe ou por quem quer que seja. O compromisso estava projetado na figura dos filhos. Era para com a geração futura do Brasil, dos jovens e do povo brasileiro tão alegre, diverso e colorido que eles se uniam. Está sim era a razão das noites fora de casa, da força contra as críticas da mídia e da coragem para com os desafio dos bastidores" .

Mayara disse que, no mesmo momento, Campos chorou. "Neste momento, olho para o lado e lágrimas escorrem pelos olhos de Eduardo. O peso nas costas dele, neste ano, era maior. Ele não só fazia pelos cinco filhos que deixou, mas sim por todos os outros filhos de tantas Marias e Joãos do nosso país. A responsabilidade era grande e ele sabia disso."

A filha de Marina afirmou que o ex-governador sempre foi um exemplo e será sempre lembrado por isso. "Mas hoje, o clima é péssimo!!! É tão destruidor o sentimento que eu e minha família sentimos que, ao imaginar a dor da família do Eduardo, me assusto. O Brasil perdeu um grande político, uma pessoa de caráter e compromissos admiráveis".

"Nossa única certeza da vida é a incerteza do futuro. A vida é cheia de surpresas. O nosso desafio é prosseguir a vida sem medo. À família Campos e de todos os outros integrantes que faleceram, meus mais sinceros sentimentos", disse.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave