Eduardo Jorge pede suspensão da propaganda eleitoral

Candidato argumenta que o tribunal deveria dar um tempo para que a família de Campos se recuperar da tragédia

iG Minas Gerais | Da Redação |

“Pautas órfãs”. 

Eduardo Jorge criticou adversários por não tratarem de temas como aborto e maconha
DENILTON DIAS / O TEMPO
“Pautas órfãs”. Eduardo Jorge criticou adversários por não tratarem de temas como aborto e maconha
O candidato à Presidência pelo Partido Verde (PV), Eduardo Jorge enviou carta ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pedindo suspensão por três dias da propaganda eleitoral programada para começar na próxima terça-feira, 19, em cadeia nacional de rádio e televisão.  O candidato verde argumenta que o tribunal deveria dar um tempo para que a família de Eduardo Campos e das outras vítimas do acidente aéreo ocorrido nesta quarta-feira possam se recuperar da tragédia. Jorge também sugere que o TSE dê tempo para que a coligação da chapa do PSB possa adaptar seu programa caso escolha Marina Silva como candidata no lugar de Campos, morto no acidente em Santos (SP). "O objetivo é permitir que a coligação que tinha Eduardo Campos à frente possa ter um pouco mais de tempo e tranquilidade para se organizar e adaptar seus programas de divulgação política previstos em lei", diz na carta.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave