Veículos com restos mortais de vítimas chegam ao IML de São Paulo

Peritos da polícia técnica e federal trabalham na identificação dos restos mortais; eles aguardam o envio do material genético dos familiares de primeiro grau das vítimas para identificação dos mortos

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

POLITICA - Boqueirão- SP, Brasil- O candidato à Presidência da República  Eduardo Campos (PSB) morreu em um acidente aéreo envolvendo um jatinho que caiu sobre uma casa na cidade de Santos, litoral sul paulista, na manhã desta quarta-feira. O deputado federal Júlio Delgado (PSB-MG) confirmou a morte do candidato.

Foto: Nara Assunção/ Jornal Boqnews
13/08/2014
POLITICA - Boqueirão- SP, Brasil- O candidato à Presidência da República Eduardo Campos (PSB) morreu em um acidente aéreo envolvendo um jatinho que caiu sobre uma casa na cidade de Santos, litoral sul paulista, na manhã desta quarta-feira. O deputado federal Júlio Delgado (PSB-MG) confirmou a morte do candidato. Foto: Nara Assunção/ Jornal Boqnews 13/08/2014

Até as 9h30 desta quinta-feira (14), ao menos dois veículos transportaram para o IML central, em Pinheiros, na zona oeste de São Paulo, os restos mortais das vítimas da queda do avião onde estava o presidenciável Eduardo Campos. A chegada de ao menos mais um veículo é esperado até o fim do dia.

Um dos carros chegou às 20h45 desta quarta (13) e um às 7h40 da quinta.

Ao todo, segundo funcionários do órgão, foram transportados 11 sacos de Santos, no litoral paulista, à capital, com fragmentos dos corpos.

O avião que transportava o ex-governador de Pernambuco caiu na manhã desta quarta. Os sete passageiros e tripulantes morreram.

As polícias civil e militar fazem forte esquema de segurança no local do acidente. Peritos da polícia técnica e federal trabalham na identificação dos restos mortais.

Eles aguardam o envio do material genético dos familiares de primeiro grau das vítimas --como amostras de sangue--, para identificação dos mortos.

Até o momento, apenas a documentação da arcada dentária de Campos foi enviada por Fernando Cavalcanti, dentista há 25 anos do ex-governador.

O diretor do IML ainda não se pronunciou oficialmente sobre os trabalhos.

Acidente

O candidato do PSB à Presidência da República, Eduardo Henrique Accioly Campos, 49, morreu nesta quarta (13) em acidente aéreo em Santos, litoral paulista, onde cumpriria agenda de campanha. O jato Cessna 560 XL, prefixo PR-AFA, partira do Rio e caiu em área residencial.

Dois pilotos e quatro assessores também morreram, e sete pessoas em solo ficaram feridas.

Os restos mortais removidos do local do acidente chegaram na noite desta quarta-feira (13) na unidade do IML (Instituto Médico Legal) na rua Teodoro Sampaio, no bairro Pinheiros, em São Paulo. A Aeronáutica investiga a queda.

Leia tudo sobre: MorteacidenteEduardo CamposIMLSão Paulovítimasrestos mortaisbuscasaviãoqueda