Crise entre Rússia e Ucrânia influencia

A pesquisa, realizada pela FGV em parceria com o instituto alemão Ifo, incluiu um quesito especial na edição do trimestre até julho sobre a questão entre Ucrânia e Rússia

iG Minas Gerais |

Rio de Janeiro. A deterioração do clima econômico na América Latina no trimestre encerrado em julho em relação ao período imediatamente anterior se deve a problemas domésticos enfrentados pelos países da região, avaliou a Fundação Getulio Vargas (FGV). O Indicador de Clima Econômico (ICE) recuou 7,0%, para 84 pontos, o menor patamar desde julho de 2009.  

A pesquisa, realizada pela FGV em parceria com o instituto alemão Ifo, incluiu um quesito especial na edição do trimestre até julho sobre a questão entre Ucrânia e Rússia. Segundo a instituição, os especialistas ao redor do mundo avaliaram que o acirramento recente dos problemas na Ucrânia impõe um risco considerável de elevação do preço de energia no futuro próximo, com potenciais efeitos negativos sobre o clima econômico.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave