Família de Campos evita acompanhar notícias do acidente

Porta-voz do PSB disse que as televisões estão desligadas, exceto uma na portaria da casa, onde funcionários acompanham os telejornais

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Reunida em casa, no Recife, desde o final da manhã desta quarta-feira (13), a família de Eduardo Campos tem evitado acompanhar as notícias sobre o acidente de avião em que morreram o candidato à Presidência, quatro assessores, piloto e copiloto. Um porta-voz do PSB disse que as televisões estão desligadas, exceto uma na portaria da casa, onde funcionários acompanham os telejornais.

O prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), agradeceu, em nome da família, pelo apoio que tem chegado aos parentes. "Todos agradecem a solidariedade, as mensagens, toda a força que têm recebido de tanta gente do Brasil inteiro que tem telefonado, demonstrado sua dor, seu sentimento", afirmou.

Segundo o prefeito, a presidente Dilma Rousseff falou com a viúva de Campos por telefone e o ex-presidente Lula telefonou para ele emocionado.

Geraldo, alguns políticos e secretários ainda faziam na noite desta quarta companhia a Renata, viúva de Campos, e aos cinco filhos do casal: Maria Eduarda (22), João (20), Pedro (18), José Henrique (9) e Miguel (seis meses).

Segundo o porta-voz, o candidato ao governo de PE Paulo Câmara (PSB), o vice dele na chapa, deputado Raul Henry (PMDB), e o ex-ministro da Integração Fernando Bezerra (PSB), candidato ao Senado, já chegaram a São Paulo, mas ainda não há previsão para o traslado dos corpos. Em uma outra aeronave embarcaram o chefe da Casa Militar, coronel Mário Cavalcanti, e o dentista particular de Campos, Fernando Cavalcanti.

Rodrigo Molina, assessor de Campos que não embarcou com o presidenciável para acompanhar Renata ao Recife a pedido do ex-governador, também seguiu para São Paulo. Material genético de parentes dos quatro pernambucanos que estavam no voo já foi recolhido. Nem o prefeito nem o porta-voz do PSB souberam informar quem cedeu material e de que tipo seria.

Dora Pires, assessora do PSB, teve queda de pressão na casa de Campos e precisou ser socorrida, mas passa bem.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave