Ultrapassagem proibida deixa dois mortos e oito feridos em Aimorés

Depois de tentar a manobra em uma curva, Gol foi atingido por caminhão e lançado para fora da pista; uma veículo escolar também foi envolvido no acidente

iG Minas Gerais | Gustavo Lameira |

Duas pessoas morreram e oito ficaram feridas no acidente entre um caminhão, um carro de passeio e um escolar no KM 27 da BR-474, em Aimorés, no Vale do Rio Doce. Conforme a Polícia Militar Rodoviária (PMRv), a imprudência do condutor do Gol provocou sua morte e a da mulher, na noite dessa terça-feira (12).

Segundo o relato do motorista do caminhão aos militares, o Gol, que seguia a sua frente, tentava fazer uma ultrapassagem em local proibido, por seguidas vezes. Em uma das tentativas, ele retornou de maneira brusca para a mão de direção, e acabou sendo atingido violentamente pelo caminhão, que o lançou para fora da pista. Antes de capotar, o carro ainda atingiu a lateral de uma Kombi escolar, que trazia estudantes da cidade de Mutum para a Unipac de Aimorés.

Temendo uma represália, pela gravidade do acidente, o motorista do caminhão deixou o local e se apresentou à Polícia Militar de Ipanema, na mesma região. Ele foi ouvido e liberado.

Elquias Lopes Soares, de 78 anos; e Geni Lopes Soares, 69, ocupantes do Gol, tiveram morte instantânea. Os oito ocupantes da Kombi sofreram ferimentos diversos, e foram levados por outras vans, que seguiam em comboio, para hospitais da cidade e de Baixo Guandu, já no Estado do Espírito Santo.

Leia tudo sobre: UnipacAimorésMutumBaixo GuanduEspírito SantoPMRvKombiGolcaminhãohospitalultrapassagem proibida