Zanon vê Sul-Americano como preparação para Mundial

Sem querer desvalorizar o torneio continental, técnico da seleção feminina destacou que o foco é se preparar bem para a Copa

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Zanon afirmou que seleção evoluiu e está satisfeito com o nível de trabalho
REPRODUÇÃO/CBB
Zanon afirmou que seleção evoluiu e está satisfeito com o nível de trabalho

A seleção brasileira feminina de basquete estreia nesta quinta-feira no Campeonato Sul-Americano, em jogo com a Venezuela, em Ambato, no Equador. Para o técnico Luiz Augusto Zanon, a competição serve como preparação para o Mundial da Turquia, que começa no dia 27 de setembro.

"Estamos nos preparando e objetivando a Copa do Mundo da Turquia. Mas, com certeza, será uma competição de extrema importância. Teremos semifinais e finais bastante disputadas", afirmou Zanon, ao comentar sobre a participação brasileira no Sul-Americano.

"A nossa expectativa é sempre realizar um bom Sul-Americano. As meninas estão muito focadas e motivadas", avaliou Zanon, que levou um grupo bem jovem para o Equador - média de 24,3 anos. "Acredito muito no crescimento do Brasil no decorrer da competição."

O Sul-Americano irá classificar os quatro primeiros colocados para o Torneio Pré-Olímpico e os três melhores para os Jogos Pan-Americanos de Toronto - ambos acontecem no ano que vem. Além da Venezuela, o Brasil enfrentará Uruguai e Equador na primeira fase.

Depois de encarar o Sul-Americano no Equador, o Brasil continuará sua preparação para o Mundial na Europa, onde disputará dois torneios internacionais. Joga em Istambul, na Turquia, de 22 a 24 de agosto, e em Limoges, na França, de 26 a 30 de agosto.

Leia tudo sobre: basquetezanonsul-americanotorneiocopafeminino