Atletas do Ziober Maringá visitam pacientes de Hospital do Câncer

Unidade de saúde da cidade paranaense recebeu os jogadores que estão em preparação para a temporada 2014/2015

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Durante o encontro, grupo conversou com os funcionários do Hospital e os pacientes
DIVULGAÇÃO ZIOBER MARINGÁ
Durante o encontro, grupo conversou com os funcionários do Hospital e os pacientes

Nada de saques, ataques, levantamentos, treino físico ou algo típico de uma pré-temporada. Nesta quarta-feira, os atletas e a comissão técnica do Ziober Maringá deixaram as quadras e foram visitar os pacientes do Hospital do Câncer da cidade paranaense. Eles conversaram com os funcionários pacientes e conheceram as instalações da unidade.

A atividade diferente foi ainda mais especial para um jogador do elenco, o venezuelano Ivan Márquez, o La Bomba. No ano passado, a filha dele de oito anos decidiu cortar o próprio cabelo e doar para um instituto que faz perucas para pessoas com câncer. A iniciativa surgiu após ela assistir a uma reportagem sobre crianças que sofriam com a doença.

“Eu sempre falei para meus filhos que quanto temos algo para dar, temos que ajudar. Ela decidiu cortar o cabelo e doar para uma fundação que faz perucas. Fiquei muito orgulhoso porque apesar de muito nova, ela já tem essa consciência e já me falou que vai deixar o cabelo crescer novamente para doar de novo”, disse La Bomba.

O diretor geral do hospital, Paulo Guirello, afirmou que a atitude dos atletas faz muita diferença para os pacientes.

“É muito importante para os pacientes ter este contato com os atletas. Vi que eles fizeram questão de entrar nas enfermarias, pegaram na mão das pessoas, distribuíram sorrisos e conversaram com elas. Se todos os adolescentes se espelhassem nesses atletas, seria ótimo”, disse Guirello.

Lúcia Barion, diretora do local, destacou que os internos ficaram empolgados com a presença dos ídolos no Hospital.

“Esse contato mostra para os pacientes que esses jogadores, que eles estão acostumados a ver pela televisão, trabalham e se esforçam como eles. Então, é muito bonito ver essa equipe jovem e que chega disposta a doar um pouco de si para eles,” completou.  

 

Leia tudo sobre: Ziober MaringavôleihospitalCâncervisitapacientes