Papa envia carta à líder das Avós da Praça de Maio que encontrou neto

Na semana passada, a associação das avós anunciou que o neto, Guido Carlotto (ou, como ele prefere ser chamado, Ignacio Hurban), havia sido descoberto

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O papa Francisco escreveu uma carta a Estela de Carlotto, a militante das Avós da Praça de Maio que encontrou seu neto que foi roubado por militares em junho de 1978.

A filha de Carlotto era uma militante de esquerda e foi assassinada pela ditadura militar argentina (1976-83) enquanto estava detida ilegalmente.

Na semana passada, a associação das avós anunciou que o neto, Guido Carlotto (ou, como ele prefere ser chamado, Ignacio Hurban), havia sido descoberto. Ele mesmo fez um exame de DNA depois de descobrir que era adotado. O material genético dele bate com o dos avós.

Nesta quarta (13) a associação divulgou uma carta em que o papa Francisco elogia Estela de Carlotto pela luta e a felicita por ter se encontrado com o neto.

Leia abaixo o texto completo:

Por meio dessas linhas quero me aproximar da senhora nesses dias em que a senhora se reencontrou com seu neto. Sei que é uma alegria para uma avó que percorreu um grande caminho de sofrimento. Um sofrimento que não a paralisou, mas que a manteve na luta. E hoje, por essa constância na luta, não é só o seu neto que te acompanha mas também outros 114 que recuperaram sua identidade.

Muito obrigado, senhora, pela sua luta. Eu me alegro de coração e peço ao Senhor que retribua tanta vontade e trabalho.

Fico ao seu dispor e, por favor, te peço para que não se esqueça de rezar por mim. Que Jesus a abençoe e a Virgem Santa cuide de você.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave