Liminar que suspendeu despejo na Granja Werneck é cassada

Reintegração de posse havia sido suspensa nessa terça-feira, depois que um juiz acatou pedido da promotoria de Infância e Juventude e determinou que prefeitura apresentasse plano de alocação escolar para crianças da ocupação

iG Minas Gerais |

A liminar que suspendeu a ação de despejo das famílias que vivem nas ocupações Rosa Leão, Esperança e Vitória, na região da Granja Werneck, foi cassada no fim da tarde desta quarta-feira (13). A informação foi confirmada pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais. O órgão, no entanto, não informou as razões que justificam a decisão da desembargadora Selma Marques.

Aguarde mais informações.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave