Ex-deputado federal por Sergipe também está entre os mortos

Político cumpriu quatro mandatos de deputado federal pelo Estado

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O Estado de Sergipe também está de luto pela morte de um cidadão sergipano na tragédia com o avião que levava o candidato à presidência Eduardo Campos (PSB), em Santos (SP). Pedro Almeida Valadares Neto, mais conhecido como Pedrinho Valadares, de 48 anos, é ex-deputado federal por seu estado de origem e acompanhava Campos como assessor. 

Pedrinho deixa três filhos e a esposa Simone Valadares, que é promotora de Justiça no Maranhão. Filiado ao PV, o político e advogado foi deputado federal por Sergipe quatro vezes. Ele também já trabalhou no Governo de Sergipe em duas ocasiões e foi secretário-geral da Prefeitura de Simão Dias, sua cidade natal.

O ex-deputado federal é também primo do deputado federal Valadares Filho (PSB) e sobrinho do senador Antônio Valadares (PSB).

Além dele e de Campos, também morreram no acidente o fotógrafo Alexandre Severo Gomes da Silva, o cinegrafista Marcelo de Oliveira Lyra, o assessor de imprensa Carlos Augusto Ramos Leal Filho, o Percol, e os dois pilotos da aerononave, Geraldo da Cunha e Marcos Martins.

Mandatos

Pedrinho foi eleito deputado federal entre os anos de 1991 e 1995 pelo PFL. Já entre os anos de 1997 e 1999 ele assumiu o cargo pelo PP após renúncia de Jerônimo Reis. Entre 1999 e 2003 ele foi deputado pelo PSB e, posteriormente, ainda assumiu mandato em 2008 e em 2010 como suplente pelo DEM.

Leia tudo sobre: EX-DEPUTADO FEDERALSERGIPE