Nova etapa do Move atenderá mais 100 mil usuários por dia

Implantação será concluída no sábado; duas estações localizadas na avenida Pedro I voltarão a funcionar e um desvio deve aumentar o trecho disponível para o tráfego na via

iG Minas Gerais | Luiza Muzzi |

Horário. Os ônibus passarão com intervalo de dez minutos no horário de pico e 20 nos demais períodos
GUSTAVO BAXTER / O TEMPO
Horário. Os ônibus passarão com intervalo de dez minutos no horário de pico e 20 nos demais períodos

Uma nova etapa do Move nas estações Vilarinho e Venda Nova será concluída neste sábado (16), com a criação de uma nova linha - a 68 (Estação Vilarinho/Lagoinha) - e a integração de outras sete já existentes ao sistema de transporte. Com o início das operações, a partir deste sábado, o Move de Belo Horizonte terá capacidade para atender 100 mil usuários a mais do que os 340 mil que os que já utilizam o sistema diariamente.

As estações Cristiano Guimarães e Planalto, localizadas ao longo da avenida Pedro I e que estavam fechadas por causa da queda do viaduto Batalha dos Guararapes no início do mês de julho, voltarão a operar. Após o desabamento, quatro das seis estações do Move da avenida Pedro I foram desativadas. Os terminais São João Batista e Lagoa do Nado permanecem fechados. Montese e Monte Castelo continuarão operando normalmente.

Desvio

Para melhorar a fluidez no trânsito, a partir de sexta-feira (15), um novo desvio será implantado na avenida Pedro I, o que deve aumentar a extensão do trecho disponível para o tráfego na via. 

Estação Vilarinho

Quem parte da Estação Vilarinho terá a disposição a linha 68 (Estação Vilarinho/Lagoinha), criada nesta etapa do Move, e que irá operar com ônibus articulado atendendo aos usuários que têm como destino os bairros que ficam no entorno do corredor da avenida Antônio Carlos.

Ela circulará pelas pistas exclusivas das avenidas Pedro I e Antônio Carlos, parando em Estações de Transferência ao longo do itinerário e retornando na região da Lagoinha, sem passar pela área Central da cidade.

A atual linha 65 (Vilarinho/Centro) será modificada, oferecendo aos usuários um serviço de transporte direto partindo da Pampulha em direção ao centro. A partir de sábado, a linha seguirá pela avenida Antônio Carlos sem paradas até as Estações de Transferência Tamoios (na avenida Paraná) e São Paulo (na avenida Santos Dumont), no centro. Só haverá parada dos coletivos desta linha na avenida Pedro I.

Além disso, as linhas 6350 (Estação Vilarinho/Estação Barreiro via Anel Rodoviário), 66 (Estação Vilarinho/Centro/Hospitais via Cristiano Machado) e 67 (Estação Vilarinho/Santo Agostinho via Carlos Luz) serão integradas ao sistema Move. A partir de sábado, os pontos finais das linhas 66 e 67 serão transferidos da Cidade Administrativa para a Estação Vilarinho e o atendimento à Cidade Administrativa será feito pela linha 642 (Estação Venda Nova/Estação Vilarinho/Cidade Administrativa).

Estação Venda Nova

A linha 64 (Estação Venda Nova/Assembléia via Carlos Luz) será incorporada ao sistema Move e terá parte de seu itinerário adequado à nova rede do sistema, passando pela avenida Olegário Maciel, com retorno pelas avenidas do Contorno e Álvares Cabral, proporcionando a ampliação do atendimento até a região da Assembleia e Cidade Jardim.

Os usuários da Estação Venda Nova com destino às Avenidas Augusto de Lima e Álvares Cabral poderão descer da linha 64 em qualquer estação de transferência da Avenida Dom Pedro I, na Estação de Integração Pampulha ou nas Estações de Transferência Santa Rosa ou Mineirão, na Antônio Carlos, e embarcar, sem pagamento extra, na linha 67, que continua fazendo o atendimento a esse destino.

Também passará a fazer parte do Move a linha 62 (Estação Venda Nova/Savassi via Hospitais), que atenderá às Estações de Transferência das avenidas Vilarinho e Cristiano Machado, passando também pela Região Hospitalar, pela rua Rio Grande do Norte, avenida Getúlio Vargas e Professor Morais, e chegando, assim, à Savassi.

Linhas alteradas

Vilarinho 

A alimentadora 601 (Nova York/Juliana) será substituída pelas linhas 634 (Estação Vilarinho/Nova York via Jardim Comerciários), 735 (Estação Vilarinho/Juliana A) e 736 (Estação Vilarinho/Juliana B). Os usuários da alimentadora 607 (Esplendor/Jaqueline) contarão com as linhas 607 (Estação Vilarinho/Esplendor), 738 (Estação Vilarinho/Conjunto Zilah Sposito) e 739 (Estação Vilarinho/Conj. Zilah Spósito via Frei Leopoldo). 

Venda Nova

Algumas linhas alimentadoras da Estação Venda Nova serão transferidas para a Estação Vilarinho: no período diurno, 633 (Estação Vilarinho/Jd. dos Comerciários); 635 (Estação Vilarinho/Jd. dos Comerciários C); 636 (Estação Vilarinho/Jd. Europa); e, no período noturno, 630 (Estação Vilarinho/Serra Verde via av. Salamanca) e 631 (Estação Vilarinho/Serra Verde via Minas Caixa). 

Linhas integradas ao sistema

A atual linha 5201 (Dona Clara/Buritis) também passará a fazer parte do sistema Move. Ela deve operar parando, no itinerário entre as regiões Pampulha e Oeste, em oito Estações de Transferência ao longo do corredor Antônio Carlos (da São Francisco à SENAI).

No corredor Cristiano Machado, a atual linha 8550 (Estação São Gabriel/Zoológico), que opera apenas aos domingos e feriados, também passará a circular com ônibus padron, no sistema Move, parando na Estação Pampulha. 

Atualizada às 17h30

Leia tudo sobre: moveatendimentovilarinho