Vida de Campos deve ser 'exemplo', diz João Lyra Neto

"Hoje é um dia de muita tristeza e coincidentemente na mesma data do falecimento do governador Miguel Arraes", disse o governador de Pernambuco

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O governador de Pernambuco, João Lyra Neto (PSB), que assumiu o cargo quando Eduardo Campos se licenciou para a disputa presidencial, falou em esperança e disse que a vida dele deve ser "um exemplo" ao se pronunciar sobre a tragédia na tarde desta quarta-feira, 13, em Recife no Palácio das Princesas.

"Quero levar ao povo de Pernambuco e ao povo brasileiro minha palavra de solidariedade e muito tristeza, mas, ao mesmo tempo, de muita esperança. Acho que o Eduardo transmitiu isso a nós todos", disse João Lyra que lembrou que conviveu com ele nos últimos 15 anos. "Desde quando ele era secretário do doutor Miguel Arraes e eu era deputado estadual e líder do seu governo".

Em entrevista coletiva a jornalista, João Lyra falou: "Lamento o trágico acontecimento. Mas que a vida dele sirva de exemplo para todos nós de muita voluntariedade e coragem e, acima de tudo, de muito compromisso com o povo pernambucano e com o povo brasileiro".

E citou a coincidência da morte na mesma data que o avô. "Hoje é um dia de muita tristeza e coincidentemente na mesma data do falecimento do governador Miguel Arraes. Com certeza essa energia fez com que ele tivesse a trajetória de muitas vitórias e de muita luta.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave