Morte de Eduardo Campos é destaque em jornais internacionais

Mídias de países como Argentina, Inglaterra, Espanha, Portugal, Itália e França noticiaram a tragédia com o avião do político brasileiro

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

A morte do candidato do PSB à Presidência, Eduardo Henrique Accioly Campos (PSB), é destaque nos principais jornais internacionais.

O site do jornal Clarín, da Argentina, diz “Morre candidato a presidente do Brasil em queda de avião em São Paulo”.  O portal afirma que o ex-governador de Pernambuco ocupava o terceiro lugar nas pesquisas de intenção de voto. O La Nacion, também da Argentina, diz que pelo menos dez pessoas ficaram feridas.

Na agência britânica Reuters a morte de Campos também é citada. A reportagem afirma que Dilma Rousseff e Aécio Neves podem cancelar suas agendas de campanha por um período de luto pelo candidato.

O espanhol El País também destaca a queda do avião de Eduardo Campos. Os jornais Correio de Portugal e o Jornal de Notícias, do mesmo país, também falam do acidente do político.

O jornal italiano Corriere della Sierra explica que o candidato, que tinha 49 anos, foi indicado pelo PSB, juntamente com Marina Silva, ex-ministra do Meio Ambiente do governo Lula, em uma aliança socialista com os ambientalistas.

A morte de Eduardo Campos também é destaque no jornal francês Le Monde. A BBC cita no Twitter que da candidata a vice, Marina Silva, se diz chocada com a morte do colega, e também explica que chovia no momento do acidente.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave