Regra do TSE permite que PSB escolha novo candidato

duardo Campos, que era o candidato do PSB ao Planalto, morreu em um acidente aéreo em Santos na manhã desta quarta-feira, 13

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O PSB poderá escolher um novo candidato para disputar a Presidência da República. Uma resolução aprovada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) estabelece que em caso de morte de candidato a substituição poderá ser feita a qualquer momento. Eduardo Campos, que era o candidato do PSB ao Planalto, morreu em um acidente aéreo em Santos na manhã desta quarta-feira, 13.

"A substituição poderá ser requerida até 20 dias antes do pleito exceto no caso de falecimento, quando poderá ser solicitada mesmo após esse prazo", estabelece a resolução. Conforme a resolução, nas eleições majoritárias, se o candidato for de coligação, a substituição deverá ser feita por decisão da maioria absoluta dos órgãos executivos de direção dos partidos coligados. O substituto pode ser filiado a qualquer partido integrante da coligação.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave