Cemig tem 8% a mais de devedores

O nome do cliente é encaminhado ao cadastro de devedores mesmo quando o fornecimento já foi interrompido

iG Minas Gerais | ludmila pizarro |

O número de clientes em dívida com a Cemig aumentou 8% em 2014 em comparação com 2013. “Nós percebemos um aumento no atraso do pagamento esse ano de cerca de 8%”, declara Silvia Cristiane Martins Batista, gerente de Gestão e Controle de Inadimplência de Clientes da Distribuição da Cemig.  

Segundo a gerente, a empresa utiliza de várias ferramentas de cobrança antes de encaminhar o CPF do cliente ao cadastro de devedores e de cortar o fornecimento. “A Cemig lança mão de ferramentas amistosas de cobrança como aviso na conta do outro mês e correspondências antes de tomar uma atitude”, afirma.

O corte do fornecimento, entretanto, é feito conforme permitido em legislação, 15 dias após o primeiro aviso de atraso, que acontece na conta do mês seguinte. “Seguimos rigorosamente o que está definido em lei, por isso, podemos cortar o fornecimento 15 dias após o primeiro aviso”, diz Silvia.

O nome do cliente é encaminhado ao cadastro de devedores mesmo quando o fornecimento já foi interrompido. “Podemos tomar as medidas concomitantemente”, explica a gerente.

Copasa. O TEMPO entrou em contato com a Copasa para conhecer sua política sobre inadimplência, mas a empresa negou-se a informar em função da legislação eleitoral. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave