Chef destemperado vai revelar homofobia

Personagem de Joaquim Lopes não aceitará a bissexualidade do pai

iG Minas Gerais |


O personagem Enrico demonstra insegurança e desequilíbrio
Estevam Avellar
O personagem Enrico demonstra insegurança e desequilíbrio

SÃO PAULO. As semelhanças entre o ator paulistano Joaquim Lopes, 34, e Enrico, seu personagem em “Império” (Globo), terminam no fato de ambos serem formados em gastronomia. Fora isso, o noivo de Maria Clara (Andreia Horta) deve mostrar que é um homem de caráter duvidoso nos próximos capítulos da trama. “Ele é um cara bastante inseguro, e as coisas vão deixar de acontecer como ele queria”, comenta. “Então, ele começa a agir de forma destemperada”. 

Isso já deve acontecer nos próximos capítulos. É que, após contratar o auxiliar de cozinha Vicente (Rafael Cardoso) e ver que o rapaz tem mais talento do que ele na cozinha, Enrico vai assumir para si a autoria dos pratos que conquistam os clientes de seu restaurante. “Ele vai se aproveitar das ideias do Vicente e mudar o cardápio, dizendo que tudo foi criação dele. E isso está completamente errado. É mau-caratismo mesmo”.

Enrico ainda verá Vicente atrapalhar sua relação com Maria Clara. A designer de joias deve se apaixonar pelo ajudante, que, por sua vez, cai de amores por Cristina (Leandra Leal), irmã de Maria Clara. “É capaz de ele fazer uma loucura quando ver que a noiva está nos braços de um funcionário dele”.

Enrico ainda vai mostrar seu lado homofóbico ao descobrir que o pai, Cláudio (José Mayer), é bissexual e tem uma relação com Leonardo (Klebber Toledo). “Ele vai se sentir traído pelo pai, por quem tem uma profunda admiração, e reagirá de maneira violenta, agressiva, homofóbica mesmo”, adianta.

Lopes avalia que seu personagem tem um perfil possessivo, o que pode levá-lo a extremos. Isso fica claro quando ele encontrar Leonardo no apartamento do pai, quando ele ainda nem desconfia da relação afetiva dos dois. “Ali, ele já age pensando que um rapaz qualquer está roubando a atenção do pai. Tem um sentimento de possessão, o que é bastante desafiador nesse papel”.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave