Williams não deixou bilhete

iG Minas Gerais |

SÃO PAULO. O ator Robin Williams morreu na segunda-feira (11), após ter aparentemente se enforcado e não deixou um bilhete de suicídio. A morte aconteceu cerca de um mês após o ator, que lutava contra a depressão e tinha problemas com drogas e álcool, ter se internado numa clínica de reabilitação para se manter sóbrio. 

Williams estava inconsciente e sem respirar quando os paramédicos chegaram à sua residência, na cidade de Tiburon, depois de receberem um chamado emergencial às 11h55 do horário local. As informações foram reveladas ontem pela polícia do condado de Marin, em entrevista coletiva. O ator teve asfixia e foi encontrado pendurado, com um cinto ao redor do pescoço, afirmou o tenente Keith Boyd à imprensa. Ele afirmou ainda que as investigações continuam e exames toxicológicos serão feitos, mas os resultados podem levar ainda algumas semanas até saírem.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave