Eletrobras fecha 2º trimestre com resultado negativo de R$ 105 milhões

Maior impacto negativo deste trimestre veio da compra de energia para revenda no mercado de curto prazo, no valor de R$ 2,010 bilhões, e de despesas causadas por ordens judiciais -conta que ficou em R$ 360 milhões

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

A Eletrobras apresentou um resultado negativo de R$ 105 milhões no segundo trimestre de 2014, de acordo com o balanço apresentado nesta terça-feira (12) pela companhia. No segundo trimestre de 2013, a empresa teve um lucro de R$ 164 milhões.

No primeiro semestre deste ano, porém, a Eletrobras aferiu lucro de R$ 881 milhões. No mesmo período de 2013, o resultado também havia sido positivo -de R$ 128 milhões. O Ebitda consolidado, no segundo trimestre, chegou a R$ 465 milhões e a Receita Operacional Líquida, a R$ 6,867 bilhões.

O maior impacto negativo deste trimestre veio da compra de energia para revenda no mercado de curto prazo, no valor de R$ 2,010 bilhões, e de despesas causadas por ordens judiciais -conta que ficou em R$ 360 milhões. Houve ainda a provisão de R$ 131 milhões para perdas nos ativos financeiros e uma perda cambial de R$ 104 milhões.

O resultado foi impactado positivamente pela venda da energia no mercado de curto prazo, no valor de R$ 1,020 bilhão, e pela reversão de contratos onerosos no valor de R$ 568 milhões -a maior parte proveniente da passagem de obrigações que pesavam sobre a Eletrobras Chesf na hidrelétrica Itaparica, passadas à Codevasf. Houve impacto positivo também pelo reconhecimento de exposição involuntária no Ambiente de Contratação Regulado, no valor de R$ 100 milhões.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave