TJD-MG tem novo procurador-geral, que dará sequência a caso de suborno

Leonardo Barbosa venceu dois concorrentes na eleição do órgão e terá muito trabalho pela frente

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O novo procurador-geral do Tribunal de Justiça Desportiva de Minas Gerais (TJD-MG), é Leonardo Barbosa. Ele concorreu com Filipe Mourão e Gustavo Souza e recebeu a maioria dos votos em eleição realizada nesta noite, na sede da entidade.

Leonardo Barbosa agora terá de denifir sobre os processos em andamento na casa, sobretudo, o inquérito sobre um suposto caso de suborno ocorrido na edição passada do Campeonato Mineiro.

Na ocasião, o Minas Boca visitou a URT pela última rodada do Mineiro. Os dois times brigavam contra o rebaixamento e o time de Patos de Minas se salvou com uma vitória por 3 a 1. Edson  Eustáquio Ramos Paredão, presidente da equipe de Sete Lagoas, denunciou no Tribunal de Justiça Desportiva uma tentativa de suborno de uma pessoa ligada ao técnico Luiz Eduardo (URT) sob o zagueiro Reginaldo, do Boca. Com a quantia de 10 mil reais (que seriam retirados da renda da partida), uma pessoa que se indenficou como 'Valtinho' ligou duas vezes para Reginaldo no hotel, antes do confronto contra a URT, pedindo para o atleta cometer uma falta grave (penalidade) ou forçar sua exclusão do jogo. Pessoas envolvidas no caso já foram ouvidas pelo TJD-MG e a escuta telefônica ainda não conseguiu identificar ao certo o autor da ligação que originou o suborno.

Barbosa irá analisar o inquérito e ver se o TJD-MG tem condições de seguir com o caso. Existe a possibilidade de transferí-lo ao Ministério Público. Certo é que esta será uma das prioridades do novo procurador-geral. *Com informações de Josias Pereira

Leia tudo sobre: tjdminas geraisprocurador geralfuteboleleição