Militar morre com tiro na cara ao tentar abordar motocicleta suspeita

Crime aconteceu na noite desta terça-feira (12), na cidade de Tocantins, em Minas Gerais; criminosos fugiram e ainda não foram localizado

iG Minas Gerais | CAMILA KIFER |

Sangue do militar morto com tiro na cara é estampado no capacete do soldado
Divulgação / PM
Sangue do militar morto com tiro na cara é estampado no capacete do soldado

Um soldado lotado na 35ª Cia do 21º Batalhão da Polícia Militar do município de Tocantins, na Zona da Mata, em Minas Gerais, morreu com um tiro na cara durante uma abordagem policial, na noite desta terça-feira (12). O militar estava em serviço, realizando patrulhamento pela praça Central cidade, quando avistou os suspeitos em uma moto. Ao tentar abordar a dupla, o garupeiro efetuou três disparos e um atingiu o policial.

Cleidwilson de Souza Ramos, de 35 anos, estava sozinho na motocicleta da polícia fazendo o patrulhamento, quando foi atingido. No entanto, moradores da região, que escutaram os disparos, acionaram uma ambulância local que socorreu o militar até o Hospital Santa Isabel, localizado na cidade de Ubá.

Militares do município, onde aconteceu o assassinato, e da cidade de Ubá realizam buscas pelos criminosos. A polícia busca por uma moto Yamaha Fazer, de cor vermelha, que teria sido utilizada pelos suspeitos, conforme informações de testemunhas.

As primeiras informações dão conta que os autores do crime seriam Indinho e Orelhinha, traficantes da cidade. 

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave